fbpx

Tecnologia na construção civil: o crescimento do setor na crise

Veja como a tecnologia na construção civil está auxiliando no crescimento das empresas na crise.

Tecnologia na construção civil: o crescimento do setor na crise

 

O uso da tecnologia na construção civil segue o conceito de indústria 4.0. Através dela, é possível elevar a produtividade e competitividade do setor, usando, por exemplo, inteligência artificial, automação e big data. Essa são as novas tendências que estão impactando, e muito, o segmento.

Neste artigo, você lerá sobre o contexto da construção civil no Brasil durante a pandemia, quais são as perspectivas para 2021, e como a tecnologia pode auxiliar e impulsionar. Confira!

 

Contexto da construção civil no Brasil

 

A pandemia causada pelo coronavírus mudou todos os negócios, tanto do Brasil, quanto em outros países. E o setor de construção civil não ficou de fora. 

O setor não paralisou, já que foi considerado como atividade essencial por um decreto, estabelecendo a atividade de construção civil como fundamental para a economia. E, mesmo assim, percebe-se uma diferença nas projeções de crescimento. 

As projeções para o ano de 2020 eram altas. Segundo o site Engenharia 360, a bolsa de valores das incorporadoras e construtoras iriam ganhar investimentos. Os índices de confiança dos empresários da construção civil atingiram níveis que não eram vistos desde 2011.

Com a ajuda na tecnologia na construção civil, no entanto, foi possível recuperar essa positividade do mercado. Muitas empresas investiram em tecnologias como o tour virtual, que pode ser acessado por meio do site da construtora. Além disso, o cliente pode receber um atendimento exclusivo por meio de plataformas virtuais de reunião.

 

Como a tecnologia na construção civil pode ajudar o setor

 

Outro exemplo de tecnologia na construção civil é a startup Prevision, integrante da 8ª turma do programa de capacitação da Startup SC. A empresa é uma construtech que desenvolve uma plataforma para planejamento estratégico e gestão eficiente de obras com aplicação de conceitos do Lean Construction, e os sócios relatam que perceberam quedas no mercado, mas logo em seguida veio uma alta significativa.

“Sobre a pandemia o que aconteceu foi que logo no início a gente teve uma redução em torno de 15%, mas foi justamente um percentual da base que nem tinha tanto fit com o produto ou com o que a gente entrega”, conta Paula Lunardelli, CEO e cofundadora da Prevision. “Depois disso, no entanto, registramos crescimento de, pelo menos, 10% ao mês todos os meses desde maio e de 80% em número de clientes”, complementa.

A Prevision conseguiu manter seu crescimento, já que da metade da quarentena para frente, o mercado da construção civil se aqueceu. “Como a gente trata de planejamento, gestão, projeção de cenários, simulação e de encontrar o melhor caminho para a construtora evoluir a sua obra, a solução se encaixava perfeitamente com o momento em que as obras precisavam entender como seria a retomada e o desenrolar durante e pós quarentena”, afirma Yan Bedin, CFO, COO e também cofundador da startup.

Além de softwares que auxiliam na gestão das obras, há outras formas da tecnologia na construção civil ajudar nessa retomada do setor. A prática de aproximação com as startups do mercado, busca por métodos construtivos mais industrializados e metodologias como o Lean Construction, que busca mais eficiência na produção, também representam maneiras de se utilizar da tecnologia na construção civil.

Temos exemplos mais distantes — porém não impossíveis — como é o caso da inteligência artificial, que utiliza robôs no setor para comunicação, execução de tarefas, coleta ou análise de dados. Além disso, há o BIM (Building Information Modeling), que permite coletar informações de uma construção ou empreendimento a partir de um modelo virtual tridimensional. 

Isso ajuda na otimização de processos, reduzindo o custo de erros de materiais e/ou estruturais. Também auxilia na Segurança do Trabalho no Canteiro de Obras, evitando riscos para os trabalhadores.

 

Previsões para 2021

 

A Prevision espera manter esse crescimento acelerado. Além de investir ainda mais no crescimento do time, para ajudar no desenvolvimento do produto, a  startup está desenhando novidades para o mercado como inteligência artificial e soluções especializadas no segmento de empreendimentos populares como os do programa Casa Verde e Amarela.

“O mercado da construção civil está com algumas instabilidades principalmente com relação à indústria, fornecimento de materiais, o que traz ainda mais preocupação para as construtoras, tem que ter mais previsibilidade, se antecipar”, diz Paula. Por isso, a empresa espera investir no time, em parcerias e no produto, para dar todo o suporte de que o setor precisará.

A tecnologia na construção civil ainda encontra alguns obstáculos e resistências por parte das empresas do setor, muito tradicionais e que veem pouco a tecnologia como um investimento. Mas os resultados são evidentes e isso mostra que a tecnologia vem com cada vez mais força por meio das startups para gerar inovação também em setores como este.

Continue acompanhando o blog da Startup SC para mais novidades do ecossistema!

Alexandre Souza

Coordenador do Startup SC, projeto do Sebrae/SC que tem como objetivo o desenvolvimento e fortalecimento das startups catarinenses.